Poderes 12/09/2017 às 08:56
NÃO CUMPRIU

Taques prometeu criar Plano de Mobilidade Urbana, porém não saiu do papel

O ex-procurador Federal, tem apenas mais 15 meses para cumprir com suas promessas.
Escrito por: O INDEPENDENTE COM G1


Foto Por: reprodução
Foto Principal Notícia
Segundo o governo, o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, que deve nortear a elaboração do Plano de Mobilidade Metropolitana, está sendo elaborado pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal (I

Durante sua Campanha Eleitoral em 2014, o governador Pedro Taques (PSDB) prometeu construir uma gestão de “Transformação”. Porém, em quase três anos a frente do Palácio Paiaguás o tucano não conseguir cumprir nem mesmo metade de suas 23 propostas.

Apenas seis delas foram cumpridas integralmente, duas parcialmente e 15 não foram cumpridas entre elas era implantar o Plano de Mobilidade Metropolitana, mas não saiu do papel. O ex-procurador Federal, tem apenas mais 15 meses para cumprir com suas promessas.

Elaborar e implementar o Plano de Mobilidade Metropolitana, considerado indispensável para melhorar o trânsito, e buscar ações para a instalação de um sistema de transporte coletivo integrando as cidades que fazem parte da Região Metropolitana do Vale do Cuiabá. São elas: Cuiabá, Várzea Grande, Nossa Senhora do Livramento e Santo Antônio de Leverger.

O que aconteceu:

Conforme levantamento do Portal G1, o plano ainda não foi implantado. Segundo o governo, o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, que deve nortear a elaboração do Plano de Mobilidade Metropolitana, está sendo elaborado pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam). Vão ser feitas consultas públicas em seis municípios em março de 2017 e, a partir daí, deve começar um projeto de lei, que deve instituir o plano diretor. Com isso, passaria a vigorar em 2018.