Cidades 12/09/2017 às 16:38
CAI NÃO CAI

Obra de ponte abandonada há 4 anos está prestes a desabar

A ponte do Córrego Sardinha está há quatro anos sem manutenção e oferece risco a quem precisa diariamente da MT-247 que dá acesso ao município de Pontes e Lacerda.
Escrito por: DA REDAÇÃO


Foto Por: Vereadora/Sônia Rúbio
Foto Principal Notícia
A população daquela região pede ajuda ao deputado Estadual Wancley (PV), para que uma medida seja tomada.

A vereadora Sônia Rúbio (PRB) do município do Vale de São Domingos (438 km ao Oeste de Mato Grosso) usou as redes sociais para mostrar um problema enfrentado pelos moradores. A ponte do Córrego Sardinha está há quatro anos sem manutenção e oferece risco a quem precisa diariamente da MT-247 que dá acesso ao município de Pontes e Lacerda.

A parlamentar esteve nesta semana no local para gravar um vídeo e mostrar as condições da travessia, que segundo os moradores está prestes a desabar. A ponte usada pela comunidade é um desvio improvisado construído pelo governo do Estado para a construção de uma nova travessia.

A obra está há quatro anos paralisada e todo o investimento na estrutura da travessia se perdeu com a ação do tempo. “Desde quando a ponte foi levada pelas águas da enchente, eles começaram a refazer uma nova ponte e gastaram mais de 3,5 mil reais no madeiramento”, disse a vereadora no vídeo.

Ao lado a estrutura abandonada está o desvio improvisado se tornou a única opção de passagem pelos moradores da região que correm risco de cair nas águas do córrego. “Esse desvio foi feito para que a nova travessia fosse construída, mas como podemos observar, a ponte está aterrada e o córrego é profundo”, alertou.

O problema também foi divulgado pela rádio Continental de Pontes e Lacerda, nesta terça-feira (12).  Quando o jornalista Antônio Luiz falou sobre o assunto, diversos moradores entraram em contato com a emissora para reclamar da situação.

A população daquela região pede ajuda ao deputado Estadual Wancley Carvalho (PV), para que uma medida seja tomada.

 

 



Fotos Por: Vereadora/Sônia Rúbio
A população daquela região pede ajuda ao deputado Estadual Wancley (PV), para que uma medida seja tomada.